Parque Nacional Torres del Paine

Parque Nacional Torres del Paine

novembro 18, 2018 0 Por lugaresincriveisadmin

No meio da Patagônia chilena, uma paisagem se destaca a ponto de arrastar multidões do mundo todo. É o Parque Nacional Torres del Paine, uma reserva natural de mais de 200 mil hectares na região de Magalhães, a cerca de 260 km de El Calafatee a 112 km dePuerto Natales. Aparentemente, a jornada começa na estrada, mas na verdade ainda tem algumas trilhas que vão até a base das famosas formações rochosas.

Mas, para chegar até a base das Torres, a cadeia montanhosa que é cartão postal da área verde, é preciso pegar uma das trilhas. São mais de 100 km de caminhos internos, resultando em vários circuitos para fazer dentro do parque, com diferentes níveis de dificuldade e distâncias.

O mais comum é o Circuito Mirador, que leva até a base das Torres e costuma ser o trajeto principal dos turistas em geral. O trekking ocupa o dia todo, aproximadamente 8 horas de ida e volta, passando por cachoeiras e florestas que formam trechos do parque. Se tiver sorte, verá pelo caminho guanacos e lhamas.

Para os mais fortes, é indicado o Circuito Torres del Paine, que tem 19 km (ida e volta) de trechos íngremes, com subidas e descidas. Os visitantes saem do hotel Las Torres ou do camping Refúgio Chileno e demoram um dia para completar o trajeto, com paradas para admirar a paisagem.

O Circuito Grande é indicado para quem tem tempo, disposição e preparo físico para encarar altitudes que chegam até 1.350 metros acima do nível do mar. O caminho, feito de 7 a 10 dias, passa pelas Torres e Cuernos del Paine, rios, lagos e as geleiras Grey, Gibson e Perro.

Há ainda uma trilha rumo ao Glaciar Grey, que é a maior extensão de gelo em território continental. Para chegar lá, são 6 a 7 horas de trilha ou 3 horas de barco, que parte da Hostería Lago Grey. Na volta, os passageiros recebem um copo de uísque ou pisco com pedrinhas de gelo do glacial dentro.

Dentro do parque há abrigos, refúgios e hotéis, mas saiba que paga-se alto pelo conforto. Se quer economizar, trate de levar a sua barraca e procurar pelos acampamentos.