Ninho do tigre: o mais alto monastério do Butão

Ninho do tigre: o mais alto monastério do Butão

outubro 20, 2018 0 Por lugaresincriveisadmin

Destino para quem gosta de espiritualidade e de andar, o Mosteiro de Taktsang, ou Ninho do Tigre, só é acessado andando ou montado em burros. Cada passo dado é recompensado ao chegar e se deparar com a estrutura, arquitetura e clima de paz que só um local assim pode proporcionar.

Construído em 1692, por Gyalse Tenzin Rabgye, que acreditava ser a reencarnação de Padmasambhava – também conhecido como Guru Rinpoche, que reza a lenda, voou até o local montado em um tigre, onde o mosteiro está hoje. Lá, ele meditaria por três meses na caverna de Taktsang, onde teria derrotado oito espíritos malignos e convertido o vale ao budismo.

O primeiro santuário foi construído lá pelos idos do século 14, por monges, e em 1692 que o mosteiro, enfim, foi erguido. Após um incêndio em 1998, o templo passou por uma reforma completa em 2005.

O complexo conta com quatro templos principais, residências simples, com vista panorâmica para o vale – e sua caída extremamente vertical. Além, é claro, de guardar obras de arte com temática budista, como a pintura “Copper-Coloured Montain Paradise of Pasmasambahva”, rica pelos simbolismos e alegorias representados na tela.

Alcançar o mosteiro pode ser um tanto trabalhoso, existem várias direções para chegar lá, uma mais bonita que a outra. Pela floresta de pinheiros, com uma vista para as montanhas de tirar o fôlego.

Esse é um lugar poderoso, principalmente para meditar, descansar… De acordo com a National Geographic, o Ninho do Tigre é um lugar para abraçar a natureza,  pela calmaria, ao som dos cantos tântricos dos monges.

Lá, é possível explorar a natureza ao redor, passear pelo vale ou simplesmente meditar no templo. Esse pedaço do paraíso, em Butão é responsável por 50% da diversidade terrestre da Terra, de acordo com a National Geographic e as cavernas ao redor escondem verdadeiros tesouros, como várias imagens de gurus importantes na história do mosteiro.