Parque Nacional do Grand Canyon

Parque Nacional do Grand Canyon

setembro 27, 2018 0 Por lugaresincriveisadmin

Grand Canyon é o nome dado a uma fissura natural resultante de constante erosão provocada pelo rio Colorado, e localizada no estado norte-americano do Arizona. Está quase todo contido no chamado Grand Canyon National Park, um dos primeiros parques nacionais de todo os Estados Unidos.

Sua extensão é de 446 km, com uma largura de cerca de 29 km. Aproximadamente 2 bilhões de anos da história geológica da Terra estão à mostra no local, efeito da passagem do rio Colorado e de seus tributários, que literalmente “esculpem” a rocha camada sob camada, enquanto que a planície do colorado, devido a movimentos tectônicos, foi gradualmente elevando-se.

O processo específico, bem como o período geológico em que tal fenômeno ocorreu ainda hoje é motivo de debate por parte de vários geólogos. Estudos recentes, porém, indicam que o rio Colorado estaberleceu seu curso através do cânion há pelo menos 17 milhões de anos atrás. Desde aquele período, o Colorado vêm gradualmente erodindo a rocha por onde passa, baixando cada vez mais o terreno de seu percurso em detrimento da região à sua volta.

Há aproximadamente 1737 espécies de plantas vasculares, 167 espécies de fungos, 64 espécies de musgos, 195 espécies de líquen conhecidas em todo o Grand Canyon National Park. Esta enorme variedade em uma área tão concentrada explica-se pela elevação abrupta de 2400 metros do leito do rio até as planícies. O Grand Canyon abriga ainda uma dúzia de plantas endêmicas (plantas que só existem e se desenvolvem naquele determinado local), e cerca de 10% de sua flora é exótica. Sessenta e três plantas do cânion receberam status especial de conservação do Serviço Norte-Americano de Pesca e Vida Selvagem. Há cerca de 34 espécies de animais mamíferos ao longo do cânion, sendo 15 espécies de roedores e oito de morcegos.